fbpx
Tempo de Leitura: 4 minutos

Pagamentos pelo WhatsApp: Brasil começa a testar funcionalidade

O Brasil acaba se tornando referência para testar novidades quando o assunto é inovação. Assim como o LinkedIn Stories começou a ser usado primeiro no território verde e amarelo, agora, foi a vez de Mark Zuckerberg lançar os pagamentos pelo WhatsApp. Como ele mesmo disse em uma rede social, “enviar e receber dinheiro será tão fácil quanto compartilhar fotos”.

A funcionalidade provavelmente irá facilitar e até impulsionar as vendas de pequenos lojistas, que poderão ofertar os produtos e já receber os pagamentos pelo WhatsApp, já que o aplicativo está instalado no smartphone de 99% dos brasileiros – 93% deles afirmam que usam diariamente. Poderá ser um alívio financeiro após o varejo ter fechado as portas durante semanas devido à pandemia.

As transações estarão disponíveis para cartões de débito e crédito das bandeiras Mastercard e Visa. Neste primeiro momento, algumas instituições financeiras fazem parte da lista, como Nubank, Banco do Brasil e Sicredi, incluindo a conta digital Woop.

Os pagamentos pelo WhatsApp serão processados pela Cielo e não haverá taxas para transferências de valores entre pessoas físicas. A função vai funcionar através do Facebook Pay e, no futuro, a ideia é que os brasileiros também possam fazer transações por outras plataformas da empresa, como o Messenger.

Como funciona

Em teste desde o começo do ano, a função de pagamentos pelo WhatsApp está disponível para Android e iOS, tanto para contas pessoais ou comerciais. No caso das empresas, via WhatsApp Business, é preciso cadastrar uma conta da Cielo pelo Facebook Pay e fornecer dados gerais, como CNPJ, endereço e conta bancária.

Cada transação terá uma taxa de 3,99% e o valor será recebido em até dois dias úteis, sem limite diário. Os clientes que quiserem pagar pela nova função deverão ter um cartão de uma dessas instituições citadas e não haverá custo extra ao consumidor. Vale ressaltar que as transações entre usuários de contas pessoas poderão ser realizadas apenas via cartão de débito.

Se uma pessoa quiser fazer uma transferência para outra, também é necessário que ambas tenham conta em uma instituição parceira listada. O limite é de R$ 1 mil por transação, sendo possível receber até 20 por dia ou R$ 5 mil por mês. Para cada ação será exigida uma senha ou o uso da biometria. Um ponto de atenção é os pagamentos pelo WhatsApp não permitem transações para a web ou computador.

Segurança

Quando se fala em pagamento digital, uma das coisas que vêm à cabeça é a segurança das transações. O especialista em comunicação pelo WhatsApp, João Paulo Borges, destaca que será preciso cada vez mais atenção e cuidado, como não repassar o código de confirmação para ninguém.

Outra dica é que os usuários diários do aplicativo ativem a verificação em duas etapas para se proteger ainda mais. Segundo Borges, a nova facilidade de pagamentos pelo WhatsApp vai fazer com que esses milhões de pessoas que não têm conta bancária procurem uma forma de ter pelo menos um cartão para usá-la.

Você já se relaciona com seus clientes pelo WhatsApp? Nós podemos te ajudar nessa jornada. Solicite um diagnóstico.

Compartilhe esse post