fbpx
Tempo de Leitura: 7 minutos

Marketing de influência: o que é e como funciona essa estratégia nas empresas?

Algumas pessoas possuem um grande poder de convencimento sobre os outros pela maneira como falam, escrevem ou se comportam. Na era digital, quase todo mundo segue algum influenciador na internet – não é à toa que o marketing de influência hoje faz parte do plano de comunicação de qualquer empresa.

O marketing de influência é a estratégia que aproveita a habilidade de certos interlocutores para inspirar e convencer de modo a influenciar a decisão de compra dos consumidores a favor da sua empresa.

Essa autoridade é conquistada por meio de uma série de ações que aproveitam a afinidade que o influenciador tem com seus seguidores. Para que o marketing de influência seja bem sucedido, tais ações devem fazer parte de uma estratégia de comunicação pré-definida pela empresa, com análise criteriosa dos influenciadores e um planejamento cuidadoso das ações.

Siga conosco para entender o que é, como funciona e porque o marketing de influência é uma estratégia fundamental para as empresas!

O crescimento do marketing de influência

Segundo uma pesquisa da consultoria YOUPIX, o marketing de influência já é avaliado por 71% das empresas brasileiras como indispensável em seu plano de comunicação. Para 83% dos entrevistados, a pandemia do coronavírus fez com que o marketing de influência se tornasse ainda mais importante para suas empresas.

Os crescentes investimentos em marketing de influência corroboram esta constatação: o número de empresas que investem entre R$ 300 mil e R$ 1,5 milhão por ano em marketing de influência subiu 68% de 2019 para 2021. Estima-se ainda que este ano os investimentos cresçam  71% em comparação com 2020.

Outro dado revelado pela pesquisa é que, em três anos, o número de empresas brasileiras que investem mais de R$ 5 milhões por ano em marketing de influência simplesmente dobrou.

Influenciadores como estratégia de comunicação

Atrás somente das Filipinas, o Brasil está em segundo lugar no ranking dos países cujas populações passam mais tempo na internet: os brasileiros gastam, em média, mais de 10 horas por dia na rede, segundo a mais recente edição do Global Overview Report. E os influenciadores digitais têm grande responsabilidade nestes números.

De acordo com o Instituto QualiBest71% das pessoas que utilizam a internet seguem algum tipo de influenciador, uma proporção que sobe para 82% entre jovens de até 19 anos. Citados por 49% dos entrevistados, os influenciadores possuem o segundo maior poder de convencimento sobre a decisão de compra de seus seguidores –  perdendo apenas para amigos e parentes, com 57% de citações.

E mais: 73% dos entrevistados declararam já ter comprado algum produto ou serviço por recomendação de um influenciador digital.

Como encontrar o influenciador certo?

Ao contrário do que alguns possam imaginar, um bom influenciador não precisa necessariamente ser uma celebridade famosa: o melhor influenciador para sua empresa é aquele que possui uma sintonia com a sua marca. Ocasionalmente, esta pessoa pode já fazer parte do quadro de colaboradores da sua empresa.

Veja o que deve ser avaliado para encontrar o influenciador digital certo:

  • Localização – Como nem sempre os seguidores de um influenciador moram no mesmo local que ele, certifique-se que o influenciador conversa com o público que sua empresa quer atingir. Ao passo que um e-commerce não teria esse problema de limitação geográfica, as ações de marketing de um shopping center precisam atingir o público específico de uma cidade ou um bairro.
  • Número de seguidores – Tudo depende da estratégia de comunicação e do objetivo que sua empresa quer atingir: se a ideia é uma campanha massificada, o ideal é contratar um influenciador com milhares de seguidores; quando a proposta é mais segmentada, os micro influenciadores podem trazer um resultado melhor.
  • Alinhamento de objetivo – Sua marca busca awareness ou conversão em vendas? Ter o objetivo claramente definido é fundamental antes de buscar um influenciador. Em seguida é necessário alinhar muito bem com ele o que você espera do trabalho. E mais: você precisa “arrumar a casa” antes de partir para uma estratégia de conversão em vendas, por exemplo. Você vende pelo seu perfil no Instagram? O seu e-commerce e SAC estão preparados? 
  • Embaixador ou delator? O influenciador contratado torna-se um representante da sua marca e deve, portanto, estar totalmente alinhado com ela. Um influenciador polêmico, por exemplo, pode fazer sua marca ser questionada e ter problemas de imagem. Por isso, é necessário investigar o passado e se a personalidade já se envolveu em casos polêmicos.

Confira outras dicas sobre o que considerar na hora de contratar um influenciador:

  • Objetivo – Qual é a meta que o seu negócio deseja atingir? Fazer crescer o número de seguidores nas redes sociais? Aumentar as conversões no site? Construção de relacionamento? É necessário ter o objetivo claro desde o início da campanha para traçar a melhor estratégia.
  • Definição de métricas – São três os tipos de métricas para avaliar o sucesso do marketing de influência: métrica de reconhecimento (pessoas alcançadas, impressões, etc.), de consideração (aumento de seguidores, cliques no site, buscas no Google) e de conversão (no site e na loja física).
  • Definição de conteúdo – Qual tipo de conteúdo o influenciador irá divulgar sobre sua marca? O conteúdo que ele próprio produz é condizente com seu produto ou serviço? 
  • Linguagem condizente com o produto/serviço – A linguagem que o influenciador usa é outro ponto importante: ele conversa com os seguidores no mesmo tom que seu público-alvo costuma se comunicar? 

Dica bônus: as pessoas seguem um influenciador porque se identificam com ele. Por isso é muito importante que a criação do conteúdo para sua marca tenha a marca do influencer. Não tente impor um conteúdo, uma forma ou linguagem que não sejam genuínas daquele influenciador. As pessoas perceberão que não é autêntico e isso gera desconfiança e isso afeta a credibilidade do conteúdo e, por consequência, da sua marca.

Antes de implementar o marketing de influência nas ações de sua empresa, primeiro  é preciso estabelecer uma estratégia de comunicação eficaz e condizente com o seu modelo de negócios. Parece complicado? Então não deixe de ler:

→ Não sabe por onde começar a estratégia de comunicação de seu negócio? A consultoria em comunicação ajuda a dar o primeiro passo! 

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp